quinta-feira, 11 de maio de 2017

Judge Dredd: The Restricted Files 02



John Wagner, et al (2010). Judge Dredd: The Restricted Files 02. Londres: Rebellion/2000AD.

É nas histórias curtas, dentro dos estritos limites da 2000AD, que Dredd se revela mais interessante. A glorificação da violência de estado, o óbvio fascismo da personagem, a ironia distópica de um futuro pós-apocalíptico onde a humanidade se congrega em cidades futuristas, ao mesmo tempo arquitecturas de abundância pós escassez e fossos de crime, onde populações sem ocupação dependem de cultura popular bizarra para passar os dias. Se soa a crítica à sociedade contemporânea, é porque o é, por muito que Dredd se dilua como action hero nos comics e em cinema. O brilhantismo da personagem é atingir o ponto certo de equilíbrio entre crítica social e divertimento pop.

Sem comentários: