terça-feira, 9 de maio de 2017

Strange Embrace



David Hine (2003). Strange Embrace. Active Images.

Entre o gótico e o grotesco, não há bondade nesta história de terror onde se cruzam um sociopata com capacidades telepáticas e o velho dono de uma loja de antiguidades, sexualmente reprimido, incapaz de ter relações normais com familiares e mulher, e que vive fascinando por estatuária africana. Uma família tortuosa, um suicídio, e uma imagem mental que o telepata quer à força arrancar para completar o puzzle formam esta história inquietante. O estilo gráfico é tenebroso e fortemente reminiscente do expressionismo alemão do século XX, cheio de contrastes e linhas cortantes.

Sem comentários: